Oradores


 

 

Riel Miller é um especialista internacional na concepção e implementação de projectos de prospectiva estratégica. Por três décadas o seu trabalho esteve concentrado sobre como avaliar e direccionar o potencial da transformação socioeconómica nos sectores privados e públicos. Os seus clientes vão desde a Cisco Systems e a Promethean até ao Governo da Irlanda, Noruega, Singapura, o Governo do Canadá e a Comissão Europeia. Riel tem amplas publicações sobre temas que vão desde o futuro do sector financeiro e da Internet até ao futuro do ensino e da equidade social. Ele ensina em todo o mundo e é actualmente membro do corpo docente do Mestrado em Relações Públicas, no Instituto de Ciências Políticas, em Paris, França. Riel é, também, actualmente membro da direcção da Association of Professional Futurist, membro da World Future Studies Federation, membro do conselho da Strax, a unidade de investigação em inteligência estratégica e exploração do futuro, na Universidade de Tecnologia de Helsínquia; membro da Royal Society of Arts, Manufactures and Commerce, no Reino Unido; membro da American Economics Association; e, da European Economics Association.

Ana Dias é coordenadora do Centro e-learning da TecMinho/Gabinete de Formação Contínua da Universidade do Minho, em Portugal. É licenciada em Engenharia de Sistemas e Informática (5 anos) e fez uma Pós-Graduação em Educação – Tecnologia Educativa (UMinho). No centro e-learning gere e coordena uma equipa de técnicos e e-formadores que implementam cursos e-learning in-campus (na UMinho) e off-campus (Instituições Nacionais e Internacionais). Ao longo da sua carreira tem promovido e coordenado projectos internacionais nas áreas de validação de tecnologias multimédia, e-learning e m-learning. Tem experiência como docente do Ensino Superior presencial e e-learning, é formadora e consultora. Publicou sobre as temáticas do e-learning ao nível nacional e internacional, destacando os livros em português “e-learning para e-formadores” e “e-conteúdos para e-formadores”, e a publicar brevemente “introdução ao mobile learning”.

Mar Camacho é doutorada em Tecnologia Educacional e investigadora no Departamento de Pedagogia da Faculdade de Educação da Universidade Rovira i Virgili (Terragona – Catalunha). É membro, desde 2001, do Grupo de Pesquisa em Tecnologia Educacional ARGET da mesma universidade. De 2004 a 2009 trabalhou como consultora da Direcção de Inovação do Departamento Educativo do Governo da Catalunha. Autora de diversas publicações sobre o uso das TIC no ensino da língua e sobre processos de aprendizagem. Actualmente trabalha em diferentes projectos ligados ao mobile learning, à utilização dos meios de comunicação social para a construção de identidades digitais, simulações e jogos.

José Bidarra é professor auxiliar da Universidade do Algarve, em Faro, no Departamento de Ciências da Educação e da Formação, Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, onde lecciona unidades curriculares de 1º e 2º ciclo nas áreas de Ensino a Distância e das TIC. É também investigador do Centro de Investigação em Artes e Comunicação (CIAC) desta universidade. Tem a seu cargo a orientação de várias teses de mestrado e doutoramento, participa regularmente em projectos nacionais e transnacionais, prestando ainda serviços de consultadoria e formação em e-learning junto de diversas organizações.

Maribel Miranda é doutorada em Estudos da Criança na área de conhecimento de Tecnologias de Informação e Comunicação, pela Universidade do Minho, em 2009. É licenciada em Educação de Infância pela Universidade de Aveiro, em 2004, onde obteve também uma pós-graduação em Multimédia em Educação, em 2005. É docente convidada equiparada a professor adjunto, a tempo integral e em regime de exclusividade, na área das Tecnologias de Informação e Comunicação, na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viseu, desde Setembro de 2009. Desenvolve actualmente (2010), um projecto de pós-doutoramento na mesma área das TIC (www.comunidadesonline.net), na Universidade do Minho. É formadora acreditada pelo CCPFC na área das TIC e Tecnologia Educativa, tendo sido formadora em acções promovidas pelo Ministério da Educação no âmbito do projecto KidSmart, da IBM.  Participou e tem publicado vários capítulos de livros, artigos em revistas e comunicações em conferências de âmbito nacional e internacional. Além da dinamização da @rcaComum (www.arcacomum.pt), as suas áreas de investigação e interesse são as comunidades de prática, as comunidades de aprendizagem, as ferramentas da Web e as TIC na formação de professores.

Arnaldo Santos é doutorado em Ciências e Tecnologias da Comunicação pela Universidade de Aveiro e mestre em Engenharia Informática pela Universidade de Coimbra. Pertence à estrutura de Gestão da PT Inovação, onde desempenha o cargo de responsável pela Unidade de “Formação e eLearning”, do departamento IAD – Investigação Aplicada e Difusão do Conhecimento. É docente convidado da Universidade de Aveiro, Departamento de Comunicação e Arte, onde lecciona uma disciplina de Multimédia e Gestão do Conhecimento. É responsável por projectos de Inovação do Grupo PT em parceria com a Universidade de Coimbra, Universidade de Aveiro e UTAD. É responsável pela orientação de vários estágios de investigação e de desenvolvimento na área do eLearning e das TIC na Educação e Formação, ao nível Empresarial e Universitário. Tem publicado numerosos artigos e comunicações na área da gestão da formação, do ensino a distância, do bLearning e do eLearning. Foi o vencedor do Prémio de Criatividade, referente a 1997, atribuído anualmente pelo Grupo Portugal Telecom.

Claudia Urrea é directora pedagógica da Associação One Laptop per Child (OLPCA), sendo responsável pela concepção, desenvolvimento e implementação de uma visão de aprendizagem. Colabora com as diversas equipas da OLPC em diversos países do mundo oferecendo um programa de desenvolvimento contínuo da aprendizagem. Claudia Urrea nasceu na Colômbia, onde recebeu o diploma de graduação em Ciências da Computação pela Universidade EAFIT. Em meados dos anos 90 mudou-se para os EUA onde recebeu o diploma de mestre em Educação Multimédia e Tecnologia, pela Universidade de Boston e o diploma de doutoramento pelo Laboratório Multimédia do Massachusetts Institute of Technology (MIT). A sua tese de doutoramento debruçou-se sobre o estudo das implicações da aprendizagem em ambientes rurais da América Latina. Ela ajuda a fortalecer as escolas e as comunidades de alunos a evoluir a partir de métodos tradicionais de ensino e materiais em ambientes de aprendizagem progressiva usando o estado de arte da tecnologia desenvolvida no Laboratório Multimédia do MIT.  Ensina antropologia no Harvard Summer Program. Tem reunido com Ministérios da Educação em diversos países da América Latina e organizações como a Inter-American Development Bank e a SEED-Schlumberger.

Conceição Lopes lecciona na Universidade de Aveiro, desde 1987. É professora associada (2010) com agregação (2007). É membro do grupo de docentes pioneiros do Departamento de Comunicação e Arte (19887-1998) e membro eleito do Conselho Pedagógico da Fundação Universidade de Aveiro, desde 2010. Ocupou diversos cargos na actividade de gestão e de extensão universitária, no Departamento de Comunicação e Arte, Secção Autónoma de Comunicação e Arte e Centro Integrado de Formação de Professores. É directora do Curso de  Novas Tecnologias da Comunicação, coordenadora dos Programas de intercâmbio internacional de Estudantes e de Professores. Regente de diversas unidades curriculares, situadas no horizonte de estudos das Ciências da Comunicação e das Ciências da Educação. Autora e coordenadora de projectos transdisciplinares de âmbito regional, nacional e internacional que conectam a intervenção- formação-investigação-divulgação. Publicou mais de duas centenas de textos científicos.

Luís Valente é licenciado em Educação pela Universidade do Minho, onde finaliza actualmente um projecto de Doutoramento em Estudos da Criança, na especialidade de Tecnologias de Informação e Comunicação. É professor do 1.º ciclo e assistente convidado no Instituto de Educação da UM, integrando desde 1997 a equipa do Centro de Competência. Tem larga experiência como Formador de Professores e como avaliador de Oficinas de Formação na área das TIC e do e-Learning. Integrou equipas multidisciplinares em diversos projectos europeus no âmbito do programa IST (ZAP, eSchola, ValNet, CONECT, SeguraNet, SimSafety). É autor independente de software educativo multimédia, tendo também traduzido diverso software de código-fonte aberto. É membro da Associação Portuguesa Para a Literacia (LITTERA), da Associação Portuguesa de Telemática Educativa (EDUCOM), da Associação Portuguesa de Sistemas de Informação (APSI) e da Sociedad Española de la Camelia (SEC), entre outras.

José Armando Valente é livre docente pela Unicamp, mestrado e doutorado pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Professor do Departamento de Multimeios, Mídia e Comunicação do Instituto de Artes e pesquisador do Núcleo de Informática Aplicada à Educação (Nied) ambos da Unicamp, e pesquisador colaborador do Programa de Pós-Graduação em Educação: Currículo, da Puc-SP. Coordenador do Grupo Gestor de Tecnologias Educacionais, Unicamp. Interessado em entender como a informática pode auxiliar o desenvolvimento da aprendizagem, principalmente o modo como o aprendiz pode continuar aprendendo ao longo da vida (lifelong learning mindset). Tópicos de pesquisa incluem criação de ambientes de aprendizagem baseados no uso de tecnologias digitais, desenvolvimento de metodologia usando estas tecnologias, de forma presencial ou a distância, para formar educadores para atuarem em escolas e em empresas, e estudo do potencial destas tecnologias como ferramenta educacional.

Morten Paulsen é director de Inovação e Desenvolvimento no NKI Nettstudier e professor de educação online na Norwegian School of Information Technology (NITH), na Noruega. É presidente da European Distance and e-Learning Network (EDEN) e  membro da European Association for Distance Learning (EADL). No ano letivo de 2009-2010 trabalhou a tempo parcial na Universidade Aberta de Portugal. De 1999 a 2005 foi nomeado professor adjunto da Universidade Athabasca, no Centro de Educação a Distância, no Canadá. É doutorado em Educação pela Universidade Estadual da Pensilvânia. É editor regional da IRRODL (The International Review of Research in Open, Distance and e-Learning) e da EURODL (The European Journal of Open, Distance and e-Learning). Publicou diversos livros e artigos sobre educação online.

Alda Pereira é doutorada em Ciências da Educação, Mestre em Educação e Licenciada em Físico-Químicas. É professora Associada do Departamento de Educação e Ensino a Distância da Universidade Aberta onde leciona em regime online. Actualmente, é Vice-Reitora da Universidade Aberta, Directora do Instituto Coordenador de Investigação da Universidade Aberta, Coordenadora do Programa de Doutoramento em Educação e Coordenadora do Mestrado em Comunicação Educacional Multimédia. Tem coordenado o Laboratório de Educação a Distância (LEaD) desde a sua criação. É autora de diversas publicações e artigos, em particular no campo da Educação Online, de livros para o ensino superior e manuais para o Ensino Básico e Secundário no campo do Ensino das Ciências.

Palmira Alves é docente no Instituto de Educação da Universidade do Minho e investigadora no CiEd. É doutorada em Educação na especialidade de Desenvolvimento Curricular pela Universidade do Minho e pela Universidade Pièrre Mendès France de Grenoble (França). Colabora com diferentes entidades no âmbito da avaliação e da formação contínua de professores e desenvolve projectos de investigação nestes domínios. Possui diversas publicações na área da avaliação em educação.


Os comentários estão fechados