Página Inicial > Luísa Coelho, NKUMA E CHEM-CHEM, TRABALHOS CRIATIVOS > O primeiro dia de aulas do Nkuma…

O primeiro dia de aulas do Nkuma…

Os alunos de 4º ano, depois de terem estudado Nkuma e Chem-Chem imaginaram como seria o primeiro dia de aulas do Nkuma. Aqui ficam 13 hipóteses de como tudo aconteceu!!!

Share
Tags:
  1. 19, Maio, 2010 a 23:49 | #1

    Queridos alunos do 4.º ano:
    Gostei tanto destes “primeiro dia de aulas”! Que bem escrevem! Que sentimentos de solidariedade manifestam! Gostei mesmo muito e reparei em dois pormenores, talvez o primeiro nem tenha sido intencional. Reparei que uma das colegas do Nkuma se chama Emília e gostei de pensar que poderia ser eu; também reparei que uma das professoras do Nkuma se chama Isabel da Costa e achei muito bonito terem dado esse nome á professora.
    Um abraço,
    Emília Miranda.

  2. Alzira Fernandes/LI
    21, Maio, 2010 a 19:49 | #2

    Eu li o livro do primeiro dia de aulas do Nkuma. O meu texto preferido é o de « Caju » porque está bem escrito, e gostei muito da história. Caju foi o único a lembrar-se que o Nkuma já conhecia um dos meninos de bata branca, e fê-lo entrar na história. O texto nem era muito longo, nem muito curto. Também gostei porque não tinha só diálogo, como os outros textos.
    Alzira Fernandes

  3. R.M./LI
    24, Maio, 2010 a 08:03 | #3

    Li esse livro e devo dizer que gostei muito de todos os textos porque o Nkuma tem sempre amigos. O meu preferido é o texto de lolo, em que o Nkuma está em Portugal, o que é original. Também gostei (mesmo que isso esteja noutros textos) do momento em que Nkuma vê que temos água corrente. Ficou muito contente quando viu que poderia beber sem problema nenhum. Esse texto é o único onde o Nkuma tem uma amiga e podemos imaginar que mais tarde eles serão namorados.

  4. Junii/LI
    24, Maio, 2010 a 19:14 | #4

    O meu texto preferido é o texto 8 de Caju.
    Fala do primeiro dia de aulas de Nkuma. O seu grande desejo de ir para a escola aprender e ter amigos. Um dia muito importante para Nkuma, onde encontrou o menino que lhe tinha oferecido um livro depois de o ter salvado. Todos os alunos se ofereceram para serem seus amigos na escola!
    Gostei do texto, claro e agradável. Exprime a alegria de Nkuma na escola…

  5. cr/LI
    25, Maio, 2010 a 17:06 | #5

    Olá a todos,
    o meu texto preferido é o de caju. Para mim ele é muito interessante e acho que é assim que as pessoas reagem quando elas vão para a escola da primeira vez. Esta estória mostra-nos a dificuldade das pessoas quando entram no escola ou quando não conhecem pessoas e são envergonhadas .

  6. darkrai/LI
    25, Maio, 2010 a 17:15 | #6

    O meu texto preferido é o primeiro porque, quando o Nkuma fala da sua vida antes de ir para a escola, ouve de repente um barulho e pensa que é um terramoto, mas a final é só chuva. Isso mostra bem que, se não vamos à escola, não podemos compreender muitas coisas.É por isso que ir para a escola não é mau, mesmo se às vezes pode ser aborrecido.

  7. bibi/LI
    25, Maio, 2010 a 17:47 | #7

    A história que eu mais gostei foi a de Dia (texto1) . Achei a história original, engraçada, e bem escrita. Gostei principalmente do fim quando Nkuma pensava que estava a dar-se um terramoto, mas afinal estava era a chover. Também achei engraçado quando todos os meninos cantaram em coro Bom Dia!!!

  8. Mnm’s/LI
    25, Maio, 2010 a 18:02 | #8

    O meu texto preferido é o texto 1 de Dia, porque está bem escrito, e eu penso que é o texto mais coerente com o livro escrito por Luísa Coelho NKUMA E CHEM-CHEM. Eu penso que este texto é diferente dos outros porque o Nkuma não trava só conhecimento com os alunos e a professora, é que depois acaba por chover pela primeira vez desde que Nkuma nascera: o fim é original e feliz, é o fim que eu esperava!

  9. Andy/LI
    25, Maio, 2010 a 18:06 | #9

    O meu texto preferido é o texto 3 de lolo.
    Fala do primeiro dia de aulas do Nkuma. Gostei deste texto porque era diferente dos outros: o Nkuma vai à escola pela primeira vez e ainda por cima em Portugal! Um dia que o Nkuma nunca esquecerá. Fez muitos amigos e começou a aprender. Também gostei porque o texto é muito compreensível e interessante. A história está muita bem escrita e ficou engraçada!

  10. Titou/LI
    25, Maio, 2010 a 18:36 | #10

    Eu gostei de todos os textos, mas preferi o texto 8, porque o Nkuma encontra novamente o menino da chipaca e assim já tem um amigo na escola. Também gostei, porque nesse texto (isso também acontece em outros textos) conta o dia inteiro do Nkuma.
    O melhor de todos esses textos é que o Nkuma vive uma das melhores aventuras da sua vida.

  11. biscotte/LI
    25, Maio, 2010 a 18:36 | #11

    O texto que mais gostei foi o texto 8 de caju, porque eu acho que está bem escrito e que tem mais a ver com a história que a Luísa Coelho nos contou, mas não tenho assim tanta certeza que na escola do Nkuma exista cantina!
    No texto 4 eu não percebi muito bem, porque parece que o Nkuma não quer ir para a escola e que é a mãe que quer.
    O texto 5 parece-me muito rápido.
    O texto 9 também é um pouco confuso porque quando o Nkuma pede à mãe para ir para a escola tem 6 anos e a história começa por dizer que ele tem 9 anos.
    No texto 1 há um erro quando a professora pede ao Nkuma para ir ao quadro está escrito “vir o quadro” e é vir ao quadro.

  12. Evita/LI
    25, Maio, 2010 a 19:56 | #12

    Eu gostei do texto 1 inventado por Dia, porque é uma história bem escrita que pode ser a continuação do livro Nkuma e Chem-Chem.
    Gostei do entusiasmo dos alunos e da professora quando acolheram o Nkuma no primeiro dia de aulas.Também gostei da curiosidade dos novos colegas que querem conhecer a vida do Nkuma leva-me a pensar que podem tornar-se amigos dele de imediato.
    A ideia do terramoto foi para mim uma surpresa com que eu não contava e achei engraçada.

  13. VM/LI
    25, Maio, 2010 a 20:32 | #13

    O meu texto preferido é o de nody. Desde o primeiro dia de aulas o professor ensina aos alunos as vogais e assim poderão escrever e ler rapidamente. Gostei mais deste trabalho do que de um outro onde o Nkuma já sabe ler (o que é impossível pois se se trata do primeiro dia de aulas de Nkuma…). O Nkuma, neste texto, aprendeu um novo jogo que Nábisso, o seu novo amigo, lhe ensinou e que se chama “O galo que põe ovos”.
    Eu acho que o autor deste texto fez um bom trabalho.

  14. The Best/LI
    25, Maio, 2010 a 21:08 | #14

    Preferi o texto de caju porque continua muito bem a história de Nkuma e Chem-Chem. É muito realista porque vê o amigo, que salvou de morrer afogado na chipaca, na escola. Gostei mesmo do fim porque no princípio só tinha um amigo e na cantina já encontrou muitos amigos.
    The Best/LI

  15. Skate/LI
    25, Maio, 2010 a 22:01 | #15

    Minha história preferida foi a de Nkuma em seu primeiro dia de aula. A história transmite toda a emoção de um menino pobre que descobre o universo da escola, da leitura e que encontra amigos acolhedores. O fato da mãe de Nkuma não ter podido pagar a escola e ter obtido ajuda da família de um colega é uma lição de solidariedade.

  16. pipoquita azul/LI
    26, Maio, 2010 a 22:34 | #16

    Gostei muito da redação do francisco porque resumiu muito bem todas as suas ideias num texto reduzido. Parabéns a todos pois também gostei de todas as redações.

  17. Mistyck/LI
    30, Maio, 2010 a 20:45 | #17

    Eu escolhi ler o livro criativo intitulado “O primeiro dia de aulas de Nkuma”.
    O meu texto preferido é o de Lolo porque no princípio da história o Luís não gosta do Nkuma, porque ele é estrangeiro e tem uma cultura diferente. Mas no fim ele acaba por gostar do Nkuma, até se tornam amigos, porque ele o começa a conhecer um pouco melhor.
    Não devemos criticar as pessoas só porque elas são um pouco diferentes de nós. Devemos aprender a conhecê-las e só depois podemos julgar.

  18. Magalhães/ LI
    4, Junho, 2010 a 15:13 | #18

    Eu gosto muito do texto de dia. Há muitos detalhes e não perdemos o fio da história e às vezes quase temos a impressão de ver a ação a acontecer. Gosto muito do momento em que começa a chover: é engraçado que o Nkuma tenha medo. Mas há dois aspetos estranhos, quanto a mim:
    1-O Nkuma já tem os reflexos que salvam a vida num terramoto!
    2-O Nkuma espera 15 minutos para olhar pela janela!
    Bravo por este texto
    Magalhães

  1. Ainda sem nenhum trackback.
Por favor autentique-se para enviar um coment´rio.