Tipos de trabalhos

Poderão ser submetidos à apreciação da Comissão Científica da Challenges trabalhos no formato “full paper” e “short paper” escritos num dos idiomas oficiais da conferência (Português, Espanhol, Francês, Inglês), enquadrados em qualquer das temáticas da conferência, de acordo com as seguintes linhas orientadoras:

Full paper – Extensão do texto: Máximo 25 000 caracteres
Short paper – Extensão do texto: Máximo 10.000 caracteres

Estrutura dos textos:

  1. Título, Resumo e Palavras-chave devem ser apresentados nos seguintes idiomas:
    • Textos escritos em Português. Título, Resumo e Palavras-chave  apresentados em Português e em Inglês .
    • Textos escritos noutra língua (Inglês, Francês ou Espanhol): Título, Resumo e Palavras-chave apresentados na língua-base e em Português e Inglês.
  2. Corpo do texto, Referências e outros (opcional: Anexos e Menções) devem ser apresentados numa das línguas da conferência (Português, Inglês, Francês ou Espanhol)

Os trabalhos aceites no formato “Full paper” serão apresentados  presencial ou remotamente pelos respetivos autores, sob a forma de comunicação em sessões paralelas agrupadas de acordo com as temáticas previstas em cada eixo da conferência.

Os textos aceites como “Short paper” não serão apresentados oralmente, no entanto serão publicados no livro de atas na secção correspondente ao eixo da conferência em que se enquadrem.

Todos os trabalhos aceites serão publicados em livro de atas digital, com ISBN, a editar pelo Centro de Competência TIC.

Tópicos enquadradores de cada eixo

Eixo I – Tecnologias, aplicações e sistemas emergentes

Este eixo reúne os contributos que visam discutir a inovação no domínio das tecnologias digitais, com ênfase na Inteligência Artificial, nas suas múltiplas vertentes e dimensões e na sua articulação no horizonte de desenvolvimento das dimensões formal, informal e não-formal do ensino, da formação e da aprendizagem. Dá especial cobertura aos processos de ensino e aprendizagem, às tecnologias, aplicações e sistemas emergentes do avanço tecnológico e da inovação científico-pedagógica.

Eixo II – Recursos, práticas, currículo e políticas

Este eixo integra os contributos em torno da problemática da inovação curricular e pedagógica articulada com as tecnologias digitais e potencializada pela dimensão da Inteligência Artificial, no sentido do desenvolvimento do currículo nos diferentes contextos e ambientes de aprendizagem. Abrange a aprendizagem ao longo da vida, a aprendizagem ubíqua e os ambientes e espaços flexíveis de aprendizagem que buscam adequação e eficácia na preparação de competências para o nosso tempo.

Cod.Tópico (PT)Subject (EN)
B00Inovação e flexibilidade curricularInnovation and curricular flexibility
B01Aprendizagem baseada em problemas Problem based learning
B02Aprendizagem colaborativaCollaborative learning
B03Aprendizagem invertidaFlipped learning
B04Aprendizagem personalizadaPersonalizing learning
B05Comunidades de aprendizagemLearning communities
B06Currículo inclusivoInclusive curriculum
B07Desenho universalUniversal design
B08Desenvolvimento curricularCurriculum development
B09Desenvolvimento de projetos inovadores Innovation project development
B10Desenvolvimento multicultural e criativoMulticultural and creativitydevelopment
B11Desenvolvimento social em redeNetworked society development
B12Ensino e aprendizagem em rede Networked teaching and learning
B13Estilos de aprendizagemLearning styles
B14Formação de professoresTeacher education
B15Literacia multimodalMultimodal literacy
B16MOOC (Cursos Online Massivos e Abertos)MOOC (Massive Open Online Courses)
B17Narrativas digitaisDigital storytelling
B18Pensamento computacionalComputational thinking
B19Recursos educativos digitais Digital educational resources
B20Segurança e proteção de dadosSafety and data protection

Eixo III – Ética, gestão, financiamento, investigação e avaliação

Este eixo inclui diferentes dimensões da avaliação no âmbito das TIC, com especial atenção aos vetores que integram Inteligência Artificial, Learning Analytics e Big Data como novas formas de abordagem. Integra aspetos relacionados com a usabilidade, a fiabilidade, a credibilidade e a eficácia da avaliação de recursos, sistemas e aprendizagens no quadro da sua realização com apoio em ambientes e ferramentas digitais.

Os trabalhos aceites no formato “Full paper” serão apresentados  presencial ou remotamente pelos respetivos autores, sob a forma de comunicação em sessões paralelas agrupadas de acordo com as temáticas previstas em cada eixo da conferência.