1999 – Desafios’99/challenges’99
I Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação
Braga, 12, 13 e 14 de Maio de 1999

2001 – Challenges 2001
II Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação
Braga, 9, 10 e 11 de Maio de 2001
Texto de apresentação da Challenges 2001, à data.

No âmbito das actividades desenvolvidas em torno da promoção das Tecnologias de Informação e Comunicação e da sua integração nas propostas curriculares do Ensino Básico e Secundário, o Centro de Competência Nónio Séc. XXI, realiza a II Conferência Internacional Challenges/Desafios, pretendendo com esta iniciativa dinamizar a troca de experiências e saberes nas diversas vertentes envolvidas.
O êxito da I Conferência (Challenges’99/Desafios’99) promete repetir-se no virar do milénio, podendo constituir um referencial valioso para a Escola do Futuro, a sua organização, dinâmica e função interventora na promoção da plena cidadania.Nesse intuito, a II Conferência procura diversificar a abordagem das problemáticas associadas às Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), prevendo-se a presença de investigadores internacionais nas áreas seleccionadas e de algumas escolas que desenvolvem projectos de integração das TIC nas suas actividades, apoiadas pelo Centro de Competência Nónio da Universidade do Minho.
Em face da grande importância que revelam os temas propostos, aqui fica o desafio à apresentação de comunicações, relatos de experiências ou posters, por parte de quem se preocupa com a Escola do Século XXI.

2003 – Challenges 2003 e 5.º SIIE
III Conferência Internacional sobre Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação
5.º SIIE – Simpósio Internacional em Informática Educativa
Braga 17, 18 e 19 de Setembro de 2003
Texto de apresentação da Challenges 2003, à data.

As tecnologias digitais contribuíram para a renovação dos processos de tratamento da informação e dos modos de comunicar, promovendo o desenvolvimento de novas abordagens não só na apresentação dos conteúdos mas também na construção interactiva das representações de conhecimento. Deste modo, tornaram possível a experiência nos ambientes de imersão cognitiva e social desde os micromundos e os ambientes de simulação às comunidades na Web, desenhando redes que ligam pessoas e ideias, formas de compreender e aprender colaborativamente através da ligação da sala de aula aos espaços sociais e profissionais, e que elegem novos momentos e contextos para construir o conhecimento.
Porque as tecnologias influenciam o modo como os alunos aprendem e também o que podem aprender, e favorecem a criação dos novos processos e ambientes de ensino e aprendizagem, convidamo-lo a participar e apresentar uma comunicação neste fórum que reunirá num evento conjunto o Challenges 2003 e o 5º SIIE, realizações que se têm afirmado internacionalmente no passado recente como lugares de divulgação, debate e reflexão sobre os desafios e experiências na Educação para a Sociedade do Conhecimento.

2005 – Challenges 2005
IV Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação
Braga 11, 12 e 13 de Maio de 2005
Texto de apresentação da Challenges 2005, à data.

Com a presente edição do Challenges 2005 vimos reafirmar a actualidade do debate e da reflexão sobre as Tecnologias de Informação e Comunicação no planeamento e desenvolvimento da Educação para a Sociedade da Informação e do Conhecimento.
A par da exploração dos sistemas de mediação da comunicação e da informação dirigida para os ambientes educacionais foram realizados avanços significativos nas concepções e modalidades de integração das tecnologias, que promoveram a utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação nos processos de desenvolvimento da Educação e da Formação, sendo particularmente importante, neste movimento, o pensamento e as práticas de e-learning na construção do conhecimento em rede, nomeadamente através da ligação das comunidades de aprendizagem aos centros de conhecimento, e a mudança dentro das próprias organizações educativas decorrente da orientação das aprendizagens para a inovação pessoal e da comunidade.
O debate em torno da comunicação e da aprendizagem em rede, do e-learning edo conhecimento distribuído, da inovação e da mudança nas organizações educativas são alguns dos aspectos que emergem do conjunto dos temas propostos e que orientam a reflexão que esperamos venha a ser enriquecida com os contributos dos participantes nesta conferência que, tal como nas edições anteriores, é dirigida para os profissionais de todos os níveis de ensino, especialistas e investigadores.

2007 – Challenges 2007
V Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação
Braga, 17 e 18 de Maio de 2007
Texto de apresentação da Challenges 2007, à data.

No âmbito das actividades desenvolvidas em torno da promoção da inovação educacional com as Tecnologias de Informação e Comunicação e da sua integração nas propostas curriculares dos Ensinos Básico e Secundário e na sequência do êxito das iniciativas anteriores (Challenges 1999, 2001, 2003 e 2005), o Centro de Competência da Universidade do Minho, com a colaboração da EDUCOM – Associação Portuguesa de Telemática Educativa, realizará a V Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação, Challenges 2007, nos dias 17 e 18 de Maio de 2007.
A conferência permitirá a reunião de especialistas e investigadores de diferentes áreas da Educação e das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) e a dinamização dos processos de divulgação, debate e reflexão sobre as problemáticas envolvidas na concepção e desenvolvimento da inovação educacional com as novas tecnologias digitais. Na edição de 2007, as actividades decorrerão em torno de três eixos fundamentais:
Ambientes emergentes: como natural consequência do desenvolvimento tecnológico, emergem constantemente novas modalidades de suporte ao processo de aprendizagem; nesta dimensão procura-se divulgar, debater e analisar tais ambientes emergentes para a educação e a formação.
O Digital e o Currículo: a relação entre digital e currículo é ecológica e não de simples complementaridade. Como a interacção das crianças e dos jovens, verdadeiros nativos digitais, com os diversos recursos tecnológicos se reflecte no modo como pensam e aprendem, esta secção procura perspectivar a integração desses recursos à luz dos actuais paradigmas de aprendizagem.
Avaliação on line: a identificação dos critérios de qualidade dos recursos digitais disponíveis é determinante para a concretização do seu potencial educativo; neste eixo de análise dos desafios colocados pelas TIC debatem-se os vários tipos, ferramentas, métodos, e modelos de avaliação.

2009 – Challenges 2009
VI Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação: Aprendizagem (in)Formal na Web Social
Braga, 14 e 15 de Maio de 2009

2011 – Challenges 2011
VII Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação: Perspetivas de Inovação
Braga, 12 e 13 de Maio de 2011

2013 – Challenges 2013
VII Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação: Aprender a qualquer hora e em qualquer lugar
Braga, 15 e 16 de julho de 2013
Texto de apresentação da Challenges 2013, à data.

Aprender a qualquer hora e em qualquer lugar é um desiderato essencial de qualquer sociedade moderna e assume-se como tema integrador da VIII Conferência Internacional de TIC na educação – Challenges 2013, prosseguindo a linha de promoção, reflexão e divulgação das práticas de inovação e aprendizagem com as TIC que tem orientado as edições das “Challenges”. Numa sociedade em que a aprendizagem e o conhecimento se configuram cada vez mais como realidades em permanente desenvolvimento e mutação, Aprender a qualquer hora e em qualquer lugar / Learning anytime, anywhere configura-se como um novo paradigma educacional fortemente ancorado nas tecnologias digitais e em rede que progressivamente integram os ecossistemas de aprendizagem. É neste contexto que vos convidamos a estar connosco nesta oitava edição das conferências “Challenges” a ter lugar em 15 e 16 de julho de 2013 na Universidade do Minho, refletindo, partilhando e discutindo os resultados da investigação em TIC na educação, na procura de novas agendas de investigação, de intervenção e de consolidação do conhecimento.
Numa organização do Centro de Competência em TIC na Educação do Instituto de Educação da Universidade do Minho, a conferência desenvolver-se-á abarcando uma pluralidade de temáticas, organizadas em torno de três eixos principais:
– Ambientes emergentes
– O digital e o currículo
– Avaliação digital

No eixo “Ambientes emergentes” incluem-se os contributos que visam discutir as mais recentes inovações tecnológicas procurando linhas de desenvolvimento futuro nas suas dimensões relacionadas com a educação e a formação.
Com o eixo “O digital e o currículo” pretende-se articular os contributos em torno da problemática da inovação curricular e pedagógica com as TIC, considerando não apenas os contextos curriculares formais, escolares e académicos, mas também os contextos não formais e informais de aprendizagem.
O eixo “Avaliação digital” reporta-se a diferentes dimensões de avaliação no âmbito das TIC na educação sendo aqui consideradas as problemáticas, práticas e modelos de avaliação de software, serviços, interfaces, dispositivos e cursos em ambientes digitais e online.
Contamos com a participação de todos os interessados nas problemáticas educacionais para se juntarem a nós neste evento!

2015 – Challenges 2015
IX Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação: Meio século de TIC em Portugal
Braga, 14 e 15 de Maio de 2015
Texto de apresentação da Challenges 2015, à data.

Em 2015 completam-se 30 anos após o início do Projeto MINERVA, o projeto de referência para a introdução das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) no processo educativo em Portugal. Tendo sido um projeto Português, o MINERVA foi também considerado internacionalmente um caso de sucesso de inovação em educação com TIC. Prosseguindo a linha de promoção, reflexão e divulgação das práticas de inovação e aprendizagem com as TIC, que tem orientado as edições das “Challenges”, a IX Conferência Internacional de TIC na Educação – Challenges 2015, inspira-se no aniversário do MINERVA para refletir sobre a emergência de novos paradigmas educacionais, significativamente influenciados pelos desafios colocados pelas tecnologias digitais e em rede.
Neste contexto, convidamos todas as pessoas que se interessem pelas temáticas educacionais a estar connosco nesta nona edição das conferências “Challenges”, a ter lugar em 14 e 15 de maio de 2015, no Instituto de Educação da Universidade do Minho, para partilhar, discutir e refletir sobre os resultados da investigação em TIC na educação, na procura de novas agendas de investigação, de intervenção e de consolidação do conhecimento.
Numa organização do Centro de Competência em TIC na Educação do Instituto de Educação da Universidade do Minho, a conferência desenvolver-se-á abarcando uma pluralidade de temáticas, organizadas em torno de três eixos principais:
– Ambientes emergentes
– O digital e o currículo
– Avaliação digital

No eixo “Ambientes emergentes” incluem-se os contributos que visam discutir as mais recentes inovações tecnológicas procurando linhas de desenvolvimento futuro nas suas dimensões relacionadas com a educação e a formação.
Com o eixo “O digital e o currículo” pretende-se articular os contributos em torno da problemática da inovação curricular e pedagógica com as TIC, considerando não apenas os contextos curriculares formais, escolares e académicos, mas também os contextos não formais e informais de aprendizagem.
O eixo “Avaliação digital” reporta-se a diferentes dimensões de avaliação no âmbito das TIC na educação sendo aqui consideradas as problemáticas, práticas e modelos de avaliação de software, serviços, interfaces, dispositivos, cursos e aprendizagens em ambientes digitais e online.

2017 – Challenges 2017
X Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação: Learning in the clouds | Aprender nas nuvens
Braga, 8, 9 e 10 de Maio de 2017
Texto de apresentação da Challenges 2017, à data.

Prosseguindo a linha de promoção, reflexão e divulgação das práticas de inovação e aprendizagem com as TIC, que tem orientado as edições das “Challenges”, a X Conferência Internacional de TIC na Educação – Challenges 2017, terá Learning in the clouds | Aprender nas nuvens como tema mobilizador dos estudos e práticas sobre a emergência de novos paradigmas educacionais, significativamente influenciados pelos desafios colocados pelas tecnologias digitais, conectadas em rede.
Neste contexto, convidamos todas as pessoas que se interessem pelas temáticas educacionais a estar connosco nesta décima edição das conferências “Challenges”, a ter lugar em 8, 9 e 10 de maio de 2017, no Instituto de Educação da Universidade do Minho, para partilhar, discutir e refletir sobre os resultados da investigação em TIC na educação, na procura de novas agendas de investigação, de intervenção e de consolidação do conhecimento.
O tema central da conferência “Aprender nas nuvens/Learning in the clouds”, desenvolve-se em três eixos temáticos:
I – Tecnologias emergentes e ambientes digitais de aprendizagem
II – Inovação curricular e de aprendizagem em contextos digitais
III – Avaliação de aprendizagens e de dispositivos em contextos digitais

No eixo “Tecnologias emergentes e ambientes digitais de aprendizagem” incluem-se os contributos que visam discutir as mais recentes inovações tecnológicas procurando linhas de desenvolvimento futuro nas suas dimensões relacionadas com a educação e a formação (cf. tópicos).
Com o eixo “Inovação curricular e de aprendizagem em contextos digitais” pretende-se articular os contributos em torno da problemática da inovação curricular e pedagógica com as TIC, considerando não apenas os contextos curriculares formais, escolares e académicos, mas também os contextos não formais e informais de aprendizagem.
O eixo “Avaliação de aprendizagens e de dispositivos em contextos digitais” reporta-se a diferentes dimensões de avaliação no âmbito das TIC na educação sendo aqui consideradas as problemáticas, práticas e modelos de avaliação de software, serviços, interfaces, dispositivos, cursos e aprendizagens em ambientes digitais.

2019 – Challenges 2019
XI Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação: Desafios da Inteligência Artificial
Braga, 13, 14 e 15 de Maio de 2019
Texto de apresentação da Challenges 2019, à data.

Nesta edição da Challenges, comemorativa dos seus 20 anos, elegemos os Desafios da Inteligência Artificial na educação como temática de reflexão coletiva.
A presença da Inteligência Artificial nos ambientes de aprendizagem e sua ubiquidade crescente em todas as esferas da nossa vida proporcionam um contexto de ecossistemas de aprendizagem cada vez mais ricos e diversificados e também mais sujeitos a desafios e tensões. A automatização de tarefas de gestão, os processos de avaliação, a oferta de conteúdos personalizados e de tutoria e feedback, os ambientes de aprendizagem com múltiplas alternativas de interação virtual são, entre outros, realidades que urge debater amplamente.
A Challenges mantém o espírito de comunidade de partilha entre investigadores, professores e estudantes num sentido de debate e aprendizagem conjunta. Assim, esperamos acentuar a discussão em torno de 3 eixos organizadores das sessões de apresentação de trabalhos.
Eixo I – Tecnologias, aplicações e sistemas emergentes
Este eixo reúne os contributos que visam discutir a inovação no domínio das tecnologias digitais, com ênfase na Inteligência Artificial, nas suas múltiplas vertentes e dimensões e na sua articulação no horizonte de desenvolvimento das dimensões formal, informal e não-formal do ensino, da formação e da aprendizagem. Dá especial cobertura aos processos de ensino e aprendizagem, às tecnologias, aplicações e sistemas emergentes do avanço tecnológico e da inovação científico-pedagógica.
Eixo II – Recursos, práticas, currículo e políticas
Este eixo integra os contributos em torno da problemática da inovação curricular e pedagógica articulada com as tecnologias digitais e potencializada pela dimensão da Inteligência Artificial, no sentido do desenvolvimento do currículo nos diferentes contextos e ambientes de aprendizagem. Abrange a aprendizagem ao longo da vida, a aprendizagem ubíqua e os ambientes e espaços flexíveis de aprendizagem que buscam adequação e eficácia na preparação de competências para o nosso tempo.
Eixo III – Ética, gestão, financiamento, investigação e avaliação
Este eixo inclui diferentes dimensões da avaliação no âmbito das TIC, com especial atenção aos vetores que integram Inteligência Artificial, Learning Analytics e Big Data como novas formas de abordagem. Integra aspetos relacionados com a usabilidade, a fiabilidade, a credibilidade e a eficácia da avaliação de recursos, sistemas e aprendizagens no quadro da sua realização com apoio em ambientes e ferramentas digitais.