Apresentação

A XIII conferência Challenges realiza-se entre 9 e 10 de maio de 2024. Em breve será disponibilizada informação essencial.

Coloque na sua agenda! Proponha uma comunicação!

Challenges 25 anos: Espaços e Caminhos OnLife

A Challenges é uma conferência que, desde 1999, dinamiza a troca de experiências e saberes nas diversas vertentes envolvidas na integração das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação, reunindo docentes e investigadores interessados no processo formativo e educativo de todos os setores.
Através das suas várias edições, com periodicidade bianual, a Challenges tem proporcionado a troca de ideias e abordagens sobre todos os aspetos das TIC na Educação, tendo já havido a oportunidade de rever, em 2015, meio século de TIC em Portugal e, uma década atrás, em 2013, o aprender a qualquer hora e em qualquer lugar; a Challenges também já se debruçou sobre a aprendizagem (in)formal na Web social (2009) e analisou perspetivas de inovação (2011), sempre promovendo o estudo e a reflexão sobre o estado da arte bem como esboçando e propondo perspetivas e direções futuras, assegurando a partilha e disseminação de ideias, processos, recursos e instrumentos com potencial para melhor se aprender e educar.

A 13.ª edição da Challenges realiza-se excecionalmente em 2024 para assinalar os 25 anos de Challenges, podendo dizer-se que será uma conferência ímpar em ano par. Depois de ter analisado, já em 2019, os desafios da Inteligência Artificial e de, em plena crise pandémica, se ter refletido sobre os desafios do digital (2021), a Challenges 25 anos (em maio de 2024) vai debruçar-se sobre os “Espaços e Caminhos OnLife”.

A organização da Challenges 25 anos, assegurada conjuntamente pelo CCTIC IE UMinho e pela EDUCOM – Associação Portuguesa de Telemática Educativa, educadores, professores, formadores, investigadores (juniores e seniores) e todos quantos se interessem pelo estudo das TIC na Educação a propor trabalhos abordando pesquisas originais e resultados de experiências em todos os tópicos e subcampos das TIC na Educação, nos seguintes moldes/termos:

Eixo I – Tecnologias, aplicações e sistemas emergentes

Este eixo reúne os contributos que visam discutir a inovação no domínio das tecnologias digitais, as suas múltiplas vertentes e dimensões e na sua articulação no horizonte de desenvolvimento das dimensões formal, informal e não-formal do ensino, da formação e da aprendizagem. Dá especial cobertura aos espaços, infraestruturas e processos de ensino e aprendizagem, às tecnologias, aplicações e sistemas que emergem do avanço tecnológico e da inovação científico-pedagógica.

Eixo II – Recursos, práticas, currículo e políticas

Este eixo integra abordagens da problemática da inovação curricular e pedagógica articulada com as tecnologias digitais no sentido do desenvolvimento do currículo e dos programas e planos de estudos nos diferentes contextos e ambientes de ensino e de aprendizagem. Abrange as aprendizagens ao longo da vida, as aprendizagens ubíquas e móveis, bem como os ambientes e espaços flexíveis de aprendizagem que buscam adequação e eficácia na preparação de competências para o presente e para o futuro.

Eixo III – Ética, gestão e governança, financiamento, avaliação e investigação

Este eixo inclui as diferentes e variadas dimensões do controlo e avaliação dos processos de integração das TIC na educação. Integra aspetos relacionados com a usabilidade, a fiabilidade, a credibilidade, a eficiência, a eficácia e a qualidade de sistemas, recursos, ferramentas, materiais e processos de aprendizagem em ambientes virtuais ou híbridos, digitais ou OnLife.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *